30 novembro 2010

Dá-dá-dá-dá-dá

Fala, fala, fala. Mas se está gente por perto, cala-se. Já tinha tentado filmar várias vezes, mas sempre que aparecia com a máquina, ele calava-se.



29 novembro 2010

Amigos

A garantia de colo para os nossos filhos.



26 novembro 2010

Manta bonita

feita para o Caleb, pela avó da minha querida amiga Lia. Com 95 anos, faz destas coisas que não têm preço.



Esta semana

têm andado, tal como todos anos por esta altura, a aparar os ramos das palmeiras da nossa rua. Com o crescimento que têm tido, agora ganhámos significativamente mais luz na nossa sala, coisa que me agrada bastante. Também conseguimos ver melhor o recreio da escola da Maria.



25 novembro 2010

Quarto dos meninos

Depois de se comprar a cama de crescido para o Joaquim e a pintar (a original era em pinho) lá fizemos a divisão de quartos. Agora temos um sector masculino e um sector feminino cá em casa.







Quarto das meninas




Bom dia, pessoas.



24 novembro 2010

Coisas mesmo boas

rir até doer o estômago, de coisas disparatadamente simples.

Dois dos alvos preferidos da minha máquina:

Nuvens e filhos. Se puder juntá-los na mesma fotografia, então fica perfeito.



23 novembro 2010

Bolo arco-íris

Foi a minha vez de experimentar fazer este bolo. Depois de um primeiro mau momento (a Bimby começou a dar erro logo na fase inicial e fiz tudo à moda antiga, ou seja, à mão) e de me terem avisado que isto dava trabalho e era demorado, ei-lo! Alterei pequenas coisas na receita (muito menos chantilly do que era suposto, menos leite condensado e açúcar) e ficou bom. O efeito é lindo.




22 novembro 2010

Joaquim, 3 anos!

O nosso rapaz mais velho, fez 3 anos. Foi o primeiro aniversário que desfrutou tendo assim a plena consciência do mesmo, aproveitando ser o centro das atenções. Não foi difícil alegrá-lo pela manhã, andava vidrado num brinquedo do primo Tomás que lhe encheu as vistas desde o primeiro segundo. É, cada vez mais, um menino e isso acentua-se com o tempo. Um orgulho de miúdo.




21 novembro 2010

Marta, 4 anos!

Quando se fala dos filhos, tudo parece pouco para os descrever. A Marta é a filha que não passa despercebida onde quer que esteja. Há sempre alguém que venha ter connosco a comentar uma atitude, uma palavra, uma forma de estar. Castiça, generosa, traquina.

Linda.


19 novembro 2010

O pó dos seus pés.


"O Senhor é tardio em irar-se, e de grande poder, e ao culpado de maneira alguma terá por inocente; o Senhor tem o seu caminho no turbilhão e na tempestade, e as nuvens são o pó dos seus pés."


Os meus filhos

pela prima Ana.







18 novembro 2010

Vésperas de aniversários.

Há 4 anos estava assim:

(Marta, 39 semanas)




e há 3 anos estava assim:

(Joaquim, 36 semanas)



17 novembro 2010

Um dos primos a dormir cá em casa

eu a preparar-me para dormirem todos juntos no mesmo quarto, um colchão no chão, e uma vozinha:

"Deixa estar mamã, eu durmo no chão, dou a minha cama ao Tomás".

E desata a correr pelo corredor a dar a notícia ao primo.

É assim que ela é, a minha filha Marta.

16 novembro 2010

Foi na semana passada

que se completaram 11 anos desde que começámos a namorar. O namorado de então não é o marido que tenho agora, e ainda bem. Ao contrário da maioria, não sinto que tenhamos perdido nada, não olho para trás com muita saudade. Ganhámos bastante. Não foi só com os filhos, embora neles resida grande parte do nosso encontro, mas com o tempo.

O tempo trouxe-nos a perspectiva de perceber que Deus nos uniu e a saber aceitar isso no dia-a-dia. Uma das maiores qualidades que o meu marido tem, e que sinceramente não acho fácil de encontrar, é o compromisso. No meio de todos os defeitos com que nos debatemos, ele tem estado sempre lá. Nos momentos bons, nos menos bons e nos maus, nunca senti que os vivi sozinha. Foram só os primeiros 11 anos, de todos os que Deus nos reservou.


(a foto é da minha cunhada Sara, tirada a 17.10.2010)


15 novembro 2010

Joaquim, quase 3 anos

é já para a semana que faz anos. Deixou finalmente a cama de grades e o quarto das irmãs. Entusiasmado por ter um quarto com coisas de rapazes e uma cama de crescido, na hora de dormir na primeira noite ainda hesitou. Agora está adaptado. "É o quarto dos meninos, pois é? Não é o quarto das meninas, não?"




Na semana passada

a tartaruga, que também é conhecida por ovo, ou ovinho, completou meio ano. 6 meses desta criaturinha que espalha sorrisos por onde passa.






Às vezes é bom

estarmos com crianças verdadeiramente mal-educadas para sentirmos o alívio de que afinal, estamos a fazer um bom trabalho com as nossas. O mesmo se aplica em outras áreas da vida. Acontece frequentemente, e faz parte, para nos sentirmos reconfortados e darmos valor ao que temos.

O pior é quando não sentimos isso mas uma tristeza imensa pelo outro. Em que não nos conseguem sair palavras, mas tão e só uma angústia. Que não é nossa, mas invade-nos de tal forma, nos tira o sono, o apetite, a disposição, que é como se fosse.

08 novembro 2010

à segunda vez é melhor

e ao fim de muitas, uma maravilha.



Muffins de chocolate.




04 novembro 2010

Salmos 4:8-9

"Tu, porém, dás mais alegria ao meu coração do que a alegria dos que têm com fartura. Deito-me em paz e logo adormeço, porque só Tu Senhor, me fazes viver em segurança".

03 novembro 2010

Maria

Aos 6 anos e meio, que são os que completa hoje.



Desenhos da Marta


Esta sou eu. A Marta quando se senta a fazer um desenho, enche-o sempre de cor, o fundo papel fica quase sempre sem se ver. Carrega nos lápis.

Desenhos da Maria



A Maria desenha muito. Anda encantada com a secretária do quarto dela, pelo tempo que perde todos os dias a escrever e desenhar (extra trabalhos de casa), já era altura de ter um canto assim. Pinta com canetas, lápis de cor e de cera. Faz sombras e leva-me ao espanto de desenhar melhor que eu (não era muito difícil, mas eu tenho 33 anos...)

02 novembro 2010

Passeios bons

Almoço junto aos crocodilos do Jardim Zoológico, gelados no Santini do Chiado e casa de amigos em plena baixa lisboeta.










Domingos






David e Golias

Uma das histórias preferidas do Joaquim, só foi pena ter ficado envergonhado por se aperceber que eu filmava...